90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922: "O NOVO DE NOVO" A Semana de Arte Moderna ocorreu no Teatro Municipal em São Paulo, em 1922, completou nesse ano 90 anos. Esse movimento representou um marco histórico importante, iniciado antes de 1922 e que se prolongou pelas décadas seguintes, caracterizando-se por um grande debate de ideias e de concepções estéticas, que marcou vários aspectos da cultura brasileira, em especial a Literatura, a Arte e a Música. A Semana de 22, também foi um momento de denúncias sobre as desigualdades e alienação da sociedade quanto a sua própria realidade.
“O século XX inicia
-se no Brasil com muitos fatos que vão moldando a nova fisionomia do  país. Observa-se um período de progresso técnico, resultante da criação de novas fábricas surgidas  principalmente da aplicação do dinheiro obtido através do café. Ao lado disso, outro fato contribuiu  para fazer o Brasil crescer e alterar sua estrutura social: a espantosa massa de imigrantes que em
apenas oito anos chega a quase 1milhão de novos habitantes.”
 "Esses tempos novos vivem, então, à espera de uma arte que exprima a saga desses tempos e do porvir." Portanto, o objetivo da Semana de 22 foi defender a construção da cultura brasileira, absorvendo as novidades da vanguarda europeia, porém expressando a realidade brasileira em suas telas. EM HOMENAGEM AOS 90 ANOS DA SEMANA DE 1922, PROPONHO RELEITURAS DAS OBRAS DOS SEGUINTES ARTISTAS: *Anita Malfatti (turmas:203 e 204); *Tarsila do Amaral (turmas: 201 e 202); * Antônio Gomide (turmas: 205 e 208); *Milton Dacosta (turmas: 207 ,208, 213e 214); *John Graz (turmas: 209 e 210); *Ismael Nery (turmas: 211 e 212); * Di Cavalcanti (turmas: 215 e 216); *Lasar Segall (turmas:217 e 218); *Vicente do Rego Monteiro (turmas: 219 e 220);
Tarsila do Amaral. Sol Poente.
 
 
Antônio Gomide. Porto. Antônio Gomide. Figura Feminina.
 
John Graz. Sonho Grego. John Graz. Cavalos.
 
Lasar Segall.
 Vicente do Rego Monteiro  Vicente do Rego Monteiro. Di Cavalcanti
 
  Vicente do Rego Monteiro. Lasar Segall.
of 13